Blog Brasilit

Dicas
Reutilizar a água das chuvas

Reutilize a água das chuvas: como preparar o seu telhado

16/07/2021

A sustentabilidade se tornou um assunto que faz parte da nossa rotina? Seja por meio da reciclagem, da reutilização de materiais ou da redução nos gastos de energia ou água, são inúmeras as maneiras que podemos ajudar o meio ambiente.

A construção civil e a sustentabilidade, inclusive, podem ser aliados por meio de soluções como a reutilização das águas da chuva. Essa solução, fácil e rápida, não só diminui o consumo de água no seu lar, como também pode ensinar as crianças sobre a importância de cuidar do nosso maior bem: o planeta Terra. 

Quer aprender como reutilizar as águas da chuva? Continue a leitura!

 

Como escoar e armazenar as águas da chuva?

Como escoar e armazenar as águas da chuva

 

Uma das formas mais fáceis de armazenar as águas da chuva para a reutilização é adaptando o sistema de drenagem do telhado para que essa água seja direcionada para um reservatório que permita o uso, quando necessário.

E uma peça essencial para esse trabalho é o rincão, cuja função é garantir que a água da chuva possa escoar corretamente através de uma calha

Essa estrutura é desenhada com um vão entre as tesouras, que são montadas na angulação necessária para que a água da chuva corra de maneira concentrada até determinado ponto - no nosso caso, uma cisterna.

Fonte: Construindo Casas

Um ponto de atenção na criação desse sistema é a instalação de um filtro na cisterna para remover impurezas, como folhas e insetos, assim como uma torneira para pegar a quantidade desejada de água ou uma bomba, que levará a água até uma caixa d’água separada da caixa de água potável.

 

Onde utilizar a água captada?

A verdade é que não faltam oportunidades para reaproveitar a água captada. Dentre as possibilidades, vale citar:

  • Irrigação de plantas e jardins;
  • Limpeza de calçadas, fachadas e pisos;
  • Lavagem de carros;
  • Descargas no vaso sanitário e mictórios;
  • Espelhos d’água e fontes.

Apesar de ser tecnicamente limpa, a água da chuva não é potável - ou seja, não deve ser ingerida ou usada para limpeza de louças ou roupas sem um tratamento adequado. 

Outro ponto de atenção nessa prática é se certificar que os espaços de armazenamento permaneçam tampados e sem água parada, para evitar a proliferação do mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, zika, chikungunya e febre amarela.

Esperamos que você tenha gostado deste conteúdo e que ele possa ter te ajudado a ter um lar mais sustentável. Para conferir outras dicas, não deixe de acompanhar o nosso blog.