Blog Brasilit

Dicas
Telhado embutido

Telhados embutidos: como montar em apenas 4 passos

02/06/2021

Seus clientes estão em busca de uma opção diferenciada para a cobertura de sua construção? A casa com telhado embutido, que visualmente aparenta ser uma casa “sem telhado” é uma opção cada vez mais recorrente para quem opta por um desenho mais moderno e clean.

Entretanto, esse estilo de construção possui algumas particularidades que podem causar dúvidas na hora da instalação. Para ajudar a esclarecer alguns pontos desse tipo de cobertura, como a instalação de calhas, preparamos um post com tudo que você precisa saber sobre como montar um telhado embutido. Continue lendo!

 

O que é o telhado embutido?

Vamos começar resumindo rapidamente o que é o telhado embutido para que não haja mais dúvidas sobre o assunto.

Esse tipo de telhado, que parece ser “invisível”, na verdade está escondido atrás de platibandas (pequenas paredes no topo da edificação), que dará o acabamento para a obra.

Um dos principais pontos positivos desse tipo de construção, além da possibilidade de ter uma obra mais moderna, é sua economia graças à estrutura reduzida, que terá um menor peso e tamanho, principalmente se for usada uma telha de fibrocimento.

Essas estruturas podem ser de madeira ou de metal e costumam ter até duas águas - esse número pode ser maior dependendo do projeto.

 

Como montar um telhado embutido: 4 passos

1º passo - Prepare a área

O primeiro passo para ter um telhado embutido de qualidade é garantir que a área na qual ele será instalado foi preparada corretamente. Isso significa uma estrutura nivelada, seca e sem nenhum tipo de entulhos.

2º passo - Monte a estrutura do telhado embutido

É nesse passo que o telhado embutido começa a ganhar forma. Mas, para isso, é necessário já ter definido a quantidade de águas, tesouras e tipos de telha para determinar a inclinação necessária para esse telhado.

Afinal de contas, são as telhas que dirão a inclinação necessária na construção do telhado embutido - assim como orientar o mestre de obras sobre a altura da platibanda necessária no telhado.

Com a estrutura montada, não deixe de se certificar que as tesouras estão com o tamanho certo, alinhadas e também retas.

3º passo - Instale as telhas

Nossa dica nessa etapa do processo pode parecer óbvia, mas a melhor maneira de garantir uma instalação correta de telhas é por meio das instruções do fabricante. Esse, inclusive, é um dos processos que pode ser mais rápido ou mais demorado, dependendo do tipo de telha escolhida.

Com a telha de fibrocimento Maxionda, por exemplo, a instalação se torna mais rápida e simples já que ela é maior que grande parte das outras telhas. Outra vantagem dessa telha é seu sistema completo de peças complementares, que garantem acabamento perfeito para sua obra.

E caso queira uma proteção adicional para conforto térmico e acústico, você ainda pode associar uma subcobertura, como o SolarMaxxi 4+, que isola o ambiente deixando a temperatura interna até 8ºC mais fresco.

4º passo - Instale os rufos e calhas

Muita atenção nesse ponto, que é um dos mais importantes durante o processo de montagem de um telhado embutido. 

Isso porque, quando chove em um telhado embutido, a água não possui nenhum lugar para ir além das calhas, então a água coletada por elas precisa ter o escoamento perfeito para evitar infiltrações ou vazamentos.

Por isso, as calhas devem ter inclinação mínima de 0,5% no sentido do caimento para os bocais (descidas de água). Com a inclinação determinada, comece unindo as calhas deixando um trespasse entre as peças de 10 a 15 centímetros. Entre as calhas faça duas linhas de costura com o veda-calha, una as peças e costure-as com rebite, vedando novamente.

Monte os bocais e cabeceiras e solde-os na calha. Em seguida, os suportes deverão ser montados com um espaçamento entre 1,20 m e 1,80 m. Esse espaçamento é definido de acordo por pontos como o tamanho da calha e a quantidade de água que passará por ela.

Em seguida, é só instalar a calha e acrescentar as grelhas para evitar que desçam folhas e objetos pela tubulação que possam entupi-la.

Ademais, assim como em outros telhados, é necessário garantir que os encontros com a platibanda estejam bem vedados, fazendo-se uso de rufos.

E aí, entendeu como montar um telhado embutido com sucesso? Não deixe de acompanhar o blog da Brasilit, onde você pode ficar por dentro das novidades da construção civil e oferecer cada vez mais inovações aos seus clientes!