Por que a construção a seco pode ser ideal para a minha obra?

Dicas
Construção a Seco

Por que a construção a seco pode ser ideal para a minha obra?

06/12/2018

Você já deve ter visto como as obras em alvenaria são realizadas. Caminhões que chegam com tijolo e cimento, trabalhadores que fazem uma enorme sujeira enquanto montam peça sobre peça, um monte de material desperdiçado e outras situações que como essas são a mais pura realidade.

Se houvesse um sistema construtivo que eliminasse boa parte dos problemas, provavelmente você diria que optaria por ele. Mas o mercado ainda é muito fiel às ideias convencionais. Por mais que a indústria apresente soluções inovadoras, o consumidor, muitas vezes convencido por quem irá realizar a obra, acaba optando por seguir o velho roteiro do tijolo e cimento. Uma pena, porque há soluções realmente interessantes para quem deseja se abrir a novas ideias. Uma delas é o sistema construtivo a seco. Mas o que é isso?

Estamos falando de placas cimentícias, isto é, a base de cimento. Esses produtos pré-fabricados são usados para erguer paredes em construções de até dois pavimentos ou como fechamento em edifícios de até 90 metros de altura. A montagem é feita fixando as placas em estruturas super-resistentes de aço galvanizado (o sistema é conhecido como light steel frame), ou seja: você dá adeus ao tijolo e ao cimento e a todos os problemas mencionados no começo do texto.

Isso é tão seguro quanto a alvenaria? Sim! Você pode inclusive realizar instalações hidráulicas, elétricas, fixar armários, prateleiras e estantes e muito mais (abaixo listamos outros benefícios). É importante frisar que a mão de obra deve ser especializada, também é necessário seguir todas as recomendações do fabricante para se obter os melhores resultados.    

Por se tratar de uma tecnologia relativamente nova, o mercado ainda a olha com desconfiança, pensando que uma estrutura mais fina e mais leve não pode ter a mesma resistência de uma robusta parede de tijolos. Balela! Há outros benefícios? Claro! Se prepare, pois a lista é longa.

Limpeza: a instalação requer o uso de parafusos, nada de misturador de cimento e outras coisas tão comuns. O resultado é uma obra muito mais limpa.

limpeza


Menos desperdício: você compra as placas sob medida para a sua obra. Dessa maneira, você compra só o que vai usar.

menos_desperdicio


Sustentabilidade: gerando menos resíduos, você colabora diretamente com o meio ambiente.

sustentabilidade

Leveza: o produto é muito mais leve do que a alvenaria. Com isso, você gasta menos com a fundação da sua obra e com o transporte das placas.


Agilidade: a instalação é muito mais rápida. Como dissemos antes, envolve apenas cortar as placas na medida e fixá-las nas estruturas em aço galvanizado.

agilidade

Versatilidade: você pode usar o acabamento que desejar. Pintar, usar revestimento cerâmico, placas de isolamento térmico e acústico ou mesmo deixar ao natural, como concreto aparente. Use a criatividade!

Funcionalidade: você pode pregar quadros, pendurar armários, estantes e por aí vai. É como se tivesse uma obra em alvenaria, mas com muito mais vantagens.

funcionalidade


Agora vamos para a palavra-chave final: custo. A conta é simples. Limpeza + menor desperdício + leveza + sustentabilidade + agilidade = menos custos.

custo


Primeiro você economiza com mão de obra na instalação, na limpeza e no descarte. Lembre-se: uma obra mais rápida reduz drasticamente os custos (no caso do descarte, custos com aluguel de caçambas). Além disso, você compra o material sob medida, sem precisar gastar um centavo a mais do que o necessário. E você ainda se beneficia por ter uma obra pronta em muito menos tempo.

Agora voltamos ao título desse texto: a construção a seco é ou não ideal para a sua obra?
Se ficou alguma dúvida, entre em contato com a gente pelo 0800 11 6299 ou pelo formulário: https://www.brasilit.com.br/fale-conosco. Será uma prazer ajudar!