O que você deve saber sobre Light Steel Frame

sistemas
O que você deve saber sobre Light Steel Frame

O que você deve saber sobre Light Steel Frame

22/08/2019

Utilizado desde a década de 50 em países como Japão e Estados Unidos, o sistema construtivo em Light Steel Frame (LSF) popularizou-se também em outros lugares em que a construção civil é tecnologicamente avançada, devido a fatores como otimização da obra, manutenção, função termoacústica, desempenho ambientalmente sustentável, e outros.

Por tratar-se de uma "construção a seco", o método apresenta inúmeros benefícios, utilizando estruturas que levam praticidade e funcionalidade para a obra, além de segurança e economia. Pensando na popularização do LSF, separamos algumas informações no artigo a seguir para que você conheça um pouco mais sobre esse método e como levá-lo para sua construção. Saiba mais!

O que é LSF?

O Light Steel Frame é um sistema construtivo racionalizado formado por estruturas de aço galvanizado leve, revestido por placas (cimentícia e drywall) que substituem as tradicionais estruturas de concreto com blocos e tijolos de alvenaria estrutural.

Basicamente, sua disposição é formada por perfis estruturais (guias e montantes), fechamento externo, isolantes termoacústicos, e fechamento interno, prontos para receber acabamento e pintura.

Utilizando Light Steel Frame

A estrutura leve distribui uniformemente as cargas na fundação, permitindo que sejam mais rasas, reduzindo peso na edificação e proporcionando perfis leves e placas de fechamento, consequentemente, gerando economia. 

Diferente da alvenaria tradicional, em que após a construção as paredes são novamente quebradas para a passagem de tubulações e fiações, as instalações elétricas e hidráulicas são passadas antes do fechamento, economizando tempo, material e resíduos.

A laje é formada por vigas corridas ou treliças montadas, que posteriormente são travadas com bloqueadores metálicos. Neste caso, podem ser utilizados produtos para composição de laje seca, como o Painel Masterboard, da Brasilit. As demais etapas da construção, como telhado, forro e acabamentos são idênticas ao método tradicional.

Vantagens do método LSF

Vantagens do método LSF

São inúmeras as vantagens que se obtêm ao escolher o LSF na construção de seu imóvel. Além de alta resistência e durabilidade, a técnica colabora com o meio ambiente por ser sustentável, pois utiliza o mínimo de recursos naturais para a produção e tem baixa geração de resíduos.

Outras vantagens do LSF são:

  • Organização do canteiro de obras;
  • Conforto térmico e acústico;
  • Execução da obra mais rápida que o modo convencional;
  • Segurança estrutural;
  • Economia na fundação;
  • Grande facilidade de manutenção.

 

Gostou deste artigo? Então confira também outras formas de ter sustentabilidade em sua obra!