Sistema de drenagem de telhados: como ter um eficiente e evitar danos nas construções

sistemas
Drenagem de telhados

Sistema de drenagem de telhados: como ter um eficiente e evitar danos nas construções

21/05/2021

Você notou uma infiltração no seu telhado e faz menos de um ano que trocou todas as telhas? Já parou para pensar que seu sistema de drenagem pode não estar funcionando corretamente?

Uma drenagem bem feita depende muito da matemática, já que é necessário realizar contas corretas para entender se há algo de errado com a drenagem do seu edifício. Vamos entender quais são as contas que lhe ajudarão nessa tarefa e quais produtos também podem ajudar a resolver possíveis problemas de escoamento? Acompanhe!

 

Por que meu sistema de drenagem não está funcionando?

Um dos principais problemas que podem estar acometendo, principalmente casas antigas, são as mudanças climáticas, que alteraram o regime de chuvas: elas estão mais frequentes, mas com fortes picos de intensidade em curto espaço de tempo.

Esse fenômeno acaba causando transbordamento das calhas nas residências, principalmente nas mais antigas. Afinal, o volume de água é grande naquele pequeno intervalo.

Assim, cálculos errados ou a execução do sistema nas mãos de profissionais não habilitados podem impactar a capacidade de escoamento de uma obra.

 

Como saber o escoamento necessário para o meu telhado?

Para ter um sistema de drenagem eficiente, o primeiro cálculo que deve ser feito é o tamanho dos condutores que escoarão as águas da chuva, que pode mudar entre regiões graças ao volume anual médio de chuvas no local da obra.

Quer um exemplo? Enquanto no Amapá encontramos a cidade mais chuvosa do Brasil, com uma média de 4.165 milímetros de chuva por ano, na Paraíba está a cidade com o menor volume anual médio de chuvas: apenas 350 milímetros.

Outro dado importante de se ter em mãos é que a vazão de águas em condutores de bocal circular é de 357 litros por minuto enquanto a retangular escoa 280 litros por minuto.

Com esses dados em mãos, vamos analisar o número de condutores para telhados? A primeira conta que será feita é a da área de contribuição do telhado, com a fórmula: Ac = (a + h/2).b.

Nessa fórmula, as variáveis são:

  • Ac: área de contribuição (m²)
  • a: largura da água (m)
  • b: comprimento do telhado (m)
  • h: altura do telhado (m)

Com a área de contribuição em mãos, vamos entender a quantidade de condutores com o cálculo Nc  = Ac/At, onde:

  • Nc: número de condutores
  • Ac: área de contribuição (m2)
  • At: área do telhado (m2).

O último cálculo é o da distância entre condutores, em que a D = b/Nc – 1 possui as variáveis:

  • D: distância entre condutores (m)
  • b: comprimento total do plano do telhado (m)
  • Nc: número de condutores

Quais materiais fazem parte do meu sistema de drenagem?

Quais materiais fazem parte do meu sistema de drenagem

 

Agora que você já sabe quais são os cálculos necessários para ter um sistema de drenagem de telhado eficaz, vamos olhar para alguns dos materiais que fazem parte desse processo.

Dentre os principais elementos que representam o sistema de drenagem, estão os condutores, rufos, grelhas e caixas de areia. Além de todas essas peças complementares, também existem as calhas, que podem ser encontradas em diferentes formatos, como retangular, quadrado, semicircular e em U.

Já outro material que pode ser de grande importância no processo de escoamento de água e proteção do telhado e paredes de construções é a subcobertura. Ela não deve ser deixada de lado no seu projeto porque em casos de entupimentos e transbordamentos, a subcobertura impedirá que a água se infiltre para o interior da residência.

A Brasilit, por exemplo, conta com a Manta Térmica Dupla Face e a Manta Térmica Isolante Premium, que podem ser utilizadas sob qualquer tipo de telha, seja fibrocimento, cerâmica, metálica ou outras, protegendo o interior da casa contra infiltrações e também aumentando o conforto térmico do ambiente ao manter a temperatura interna da construção sempre agradável.

Ficou com alguma dúvida? É só entrar em contato que a gente ajuda! Confira também nosso blog para aprender ainda mais sobre coberturas e os cuidados necessários para evitar infiltrações na sua obra.