7 dicas para uma boa manutenção nos telhados de fibrocimento

Dicas
7 dicas para uma boa manutenção nos telhados de fibrocimento

7 dicas para uma boa manutenção nos telhados de fibrocimento

01/06/2018

Telhados de fibrocimento são uma mão na roda, mas como quase tudo nessa vida, demandam uma boa manutenção de tempos em tempos. Afinal de contas, como diz o ditado: “não há bem que sempre dure, nem mal que nunca acabe”.
 
A gente levantou 7 dicas para que você realize essa manutenção com segurança e eficiência, de modo que seu telhado de fibrocimento dure ainda mais.
 
1. Suba com cuidado!
Vamos começar do básico. Quando for realmente necessário subir no telhado, nada de improvisos! Utilize uma escada segura e confiável. Além disso, nunca suba com as telhas úmidas. Você não quer chegar lá em cima e escorregar, né? Para se locomover, use tábuas apoiadas sobre a estrutura do telhado. Isso evita rachaduras ou mesmo a quebra das telhas. As rachaduras e quebras podem provocar vazamentos a longo prazo e até acidentes durante o trabalho de manutenção, com quedas que podem deixar os profissionais feridos! Portanto, atenção!
 
2. De olho nas fixações
As fixações das telhas servem para evitar que elas se movimentem e também que sejam arrancadas devido à ação dos ventos. Mas, com o tempo, essas fixações podem sofrer afrouxamento ou mesmo perder um pouco a vedação por conta de borrachas ressecadas. Por isso é importante fazer manutenções preventivas, lembrando-se sempre de remover eventuais fixações danificadas, trocar as borrachas quando ressecadas e vedar os locais para evitar infiltrações. Uma dica é usar um selante elástico, como o Selamax, para fazer essas vedações.
 
3. Troque as telhas trincadas
Nada de gambiarra! Telhas trincadas têm que ser trocadas e ponto final! Remendos, colagens e afins não são indicados e podem causar acidentes. Além disso, as rachaduras podem levar a infiltrações.
 
4. Limpe as calhas
Transbordamentos e infiltrações em calhas são um tremendo transtorno. Evitar o problema é mais fácil do que parece: basta criar o hábito de verificar periodicamente as calhas, removendo sujeira, folhas ou até mesmo objetos que ficam presos no local.
 
5. Dê um up nas emendas de calhas e rufos

Essa dica é daquelas que fazem toda a diferença. Na própria instalação ou durante a manutenção, reforce as emendas das calhas e rufos com Selamax (selante base PU) ou Brasitape (manta asfáltica aluminizada autoadesiva). Isso auxilia no combate aos vazamentos e infiltrações nestes locais. Lembre-se também de sempre verificar a fixação e o alinhamento das peças, pois podem ter sido danificadas ao longo do tempo.
 
6. Trocando peças de acabamentos, tais como cumeeiras e espigões.
Durante o trabalho de manutenção, é normal observar peças de acabamento danificadas ou até mesmo incompatíveis com as telhas de fibrocimento. Não perca tempo! Troque tudo isso por peças adequadas, lembrando-se também de tirar todo o resquício de argamassa do local. A gente nem precisa avisar que essas peças devem ser sobrepostas e fixadas adequadamente, né? Assim você evita infiltrações e problemas futuros.
 
7. Como pintar telhados

Essa parece ser a parte mais fácil, mas mesmo ela tem os seus segredos. Antes de pintar o telhado, certifique-se de remover toda a sujeira e o pó das telhas. Com tudo bem limpo e seco, use tinta 100% acrílica nas duas faces, com o auxílio de trinchas, rolos ou pincéis. Fazendo desse jeito, seu telhado vai ficar um brinco!
 
Ficou com alguma dúvida? É só entrar em contato que a gente ajuda!